20070708

FALANDO DE CIDADES

Não poderia deixar de publicar este excerto da entrevista a João Ferrão, secretário de Estado do Ordenamento do Território... A ler e a reflectir!
Qual a área do país que mais o preocupa?
A área do país que me preocupa mais é o noroeste: a Área Metropolitana do Porto, o Vale do Cávado, o Vale do Ave. É a zona com maior diferença entre o seu potencial, nomeadamente demográfico, e a realidade existente. Aqui se verificam alguns dos indicadores sociais mais negativos, como o abandono escolar precoce. Tudo quanto é esforço de alteração da base económica, de comportamentos sociais, de comportamentos culturais, face a uma área que é dinâmica demograficamente está em causa aqui. É grave para a região e para o país.
E as cidades? Revitalizam-se como?
Revitalizar pressupõe levar um novo tipo de pessoas e um novo tipo de actividades para os centros. Guimarães é um caso muito interessante. Nenhuma outra cidade levou tão longe a intervenção no casco velho. Actuou-se no espaço público, nas condições de habitação e as pessoas ficaram lá todas, Mas hoje a própria cidade percebe que tem de dar um outro salto.
Qual é ?
A autarquia e a universidade estão a preparar uma outra intervenção, na área dos Couros, entre o Toural e o Centro Cultural Vila Flor. Vão revitalizar essa área com base em indústrias criativas. É uma visão do séc. XXI que não esmaga nem menospreza a anterior. Reabilitam todo um património industrial que tem a ver com o passado industrial da cidade, com os curtumes e, ao mesmo tempo, injectam novos tipos de residentes e de actividades.
Versão integral da entrevista publicada na edição do Expresso de 7 de Julho de 2007, 1.º Caderno, página 20.

3 comentários:

Salem disse...

Guimarães é aquela cidade que não utiliza os prémios (património da humanidade, capital europeia da cultura etc..) como um fim, mas sim como uma oportunidade e um meio de desenvolvimento...

SG disse...

Exactamente!

Mas não desdenha das oportunidades que conquista e que lhe calham. Não se vê vimaranenses a dizerem mal das iniciativas realizadas na sua própria cidade.

Tenho muito orgulho do meu sangue vimaranense (Mãe)!!!!

Anónimo disse...

sg ja agora desculpe a curiosidade, sangue vimaranense da mae e do pai o que é?

Leituras recomendadas