20070730

sopram bons ventos de Barcelona...

no Porto Canal...

Através do Vida Económica, excelente semanário de informação económica publicado no Porto, fiquei a saber que parte do capital do Porto Canal foi comprado por uma empresa catalã. Agora que a RTPN vai deixar de exibir a única vantagem competitiva que tinha - ser feita a partir do Porto -, é cada vez mais importante o sucesso deste empreendimento televisivo. O investimento catalão, até pelo seu simbolismo, é bem vindo.

Estranha-se é o alheamento dos empresários do norte em relação a esta realidade. Depois, tal como Belmiro de Azevedo, descobrem, da pior maneira (OPA bloqueada pelo Estado sobre a PT), que ser do Norte é uma desvantagem competitiva e notam a falta de poder mediático. Estranha-se mais ainda em Belmiro de Azevedo, sempre tão senhor das suas certezas, ter descurado e, aparentemente, continuar a descurar, este poderoso meio de 'persuasão'. Cá para mim a culpa é o excesso de MBA's: aquilo é tudo muito marketing, muita bolsa e muita finança; esquecem-se de estudar mais sociologia, e, principalmente, ciência política. É aí, na ciência política, que se fazem os maiores negócios; seja aqui na parvónia, seja nos EUA, pátria do capitalismo mais ao menos liberal.

1 comentário:

Castro disse...

"Cá para mim a culpa é o excesso de MBA's: aquilo é tudo muito marketing, muita bolsa e muita finança; esquecem-se de estudar mais sociologia, e, principalmente, ciência política. É aí, na ciência política, que se fazem os maiores negócios; seja aqui na parvónia, seja nos EUA, pátria do capitalismo mais ao menos liberal."

grande verdade. Creio que deve ser isso, está demasiado ocupado na finança, marketing e nas suas empresas e esquece-se do poder politico e do mau governo colonizador que temos.


Tivessem os grandes empresarios do norte feito 1 ou 2 ou 3 canais do norte para o povo do norte e não apenas para quem tem cabo, e penso que a esta hora a nossa regiao estaria bem melhor. Com consciencia regional e ja com a regionalizaçao feita.
Provavelmente a esta hora até estariamos a lutar pela independencia, quem sabe?
So tinhamos a ganhar, o povo e os grandes empresarios.

Leituras recomendadas