20070926

No espaço de um ano, o salário médio em Lisboa aumentou 63 euros, de longe a maior subida de todo o país. Um lisboeta trabalhador por conta de outrem ganhava, no final do segundo trimestre deste ano, 937 euros, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística. No outro extremo, a região Norte, cada pessoa levava para casa 647 euros - mais 11 euros do que um ano antes. Em pior situação estão os algarvios, já que o salário médio tem mergulhado. Em doze meses, perderam 47 euros na folha de vencimentos.
...

E a capacidade de atracção de mão-de-obra qualificada por parte da capital é cada vez maior, acrescentou Couto dos Santos, vice-presidente executivo da Associação Empresarial de Portugal (AEP). "O país está cada vez mais centralizado, no que toca à tomada de decisões, ao investimento e à atracção de recursos humanos e de elites". A perda de jovens qualificados preocupa especialmente a AEP. "Os bons técnicos saídos das universidades do Norte vão trabalhar para o estrangeiro ou para Lisboa. Aqui ficam os recursos pouco qualificados", cujo salário é inferior, disse.

Se as decisões do Governo contribuem para a disparidade salarial, entende Couto dos Santos, também os líderes da região têm responsabilidade. "Não há união nenhuma, as elites estão concentradas nas suas paróquias e rapidamente se deixam levar para Lisboa e se calam".
...


no JN

Começa a ser cada vez mais impossivél negar o que está à frente de todos nós. Vou ficar à espera das medidas dos responsaveis... mas decerto que a vergonha vai continuar. Acho que devíamos fazer o mesmo que a TAP, contratar gestores estrangeiros!

2 comentários:

Salem disse...

Isto começa a dar medo...

Jose Silva disse...

Bem captado sguna,

O que devemos fazer é lutar, lutar, lutar. Couto dos Santos não ousava dizer estas palavras antes do advento da blogosfera. Hoje é sadio dizer que vamos mal. Há 10 anos seriamos considerados bairristas e anti-patriotas. O caminho é continuar a protestar. Lentamente chegaremos a um partido regional ou algo do género.

Leituras recomendadas