20071106

Regiões do Interior é que ganham com a regionalização

"A única região em condições perfeitas e acabadas para avançar não é o Norte, mas sim o Algarve...

Neste regime e clima centralistas o Porto não precisa de regionalização nem sequer será a região mais beneficiada com esta. O Porto tem massa crítica própria e consegue quase tudo o que quer dos centralistas. Tal como o Algarve, aliás.

Quem daria um salto enorme são as regiões do interior, abandonadas, sem voz, cada vez mais as mais pobres da Europa.Só que a pobreza tem várias dimensões e, por isso, nem todos nessas regiões percebem o que está em jogo."

CAA, no "Blasfémias"

2 comentários:

fernator5 disse...

tem razao

As fronteiras do Algarve sempre se mantiveram as mesmas, nunca mudaram desde que foi incorporado em Portugal.
Antigamente era Reino de Portugal e dos Algarves. Esta foi também a unica região a manter o seu nome próprio.

Quanto ao norte, antiga Calécia, ha varias opinioes quanto às fronteiras.
Uns querem 2 regioes no norte, uma para o interior e outra para o litoral.
Uns querem o norte como está, outros querem incluir Aveiro, outros já querem as antigas fronteiras do Condado Portucalense até ao Mondego. Enfim muitas opiniões.

Mas presumo que o que deve ficar é o norte como esta definido hoje.
Não estou a ver ninguém com força para impor outras fronteiras, como por ex exigir a integraçao de Aveiro.

Pedro Menezes Simoes disse...

Deve ser Aveiro a pedir a sua integração, não o resto do Norte a impô-la.

Leituras recomendadas