20080115

Porque é que a gestão do Aeroporto Sá Carneiro é uma oportunidade de negócio para uma empresa privada?

Agradeço as vossas sugestões para responder à questão enunciada.

Obrigado.

8 comentários:

Ventanias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ventanias disse...

Agora sim, aqui vai:

1º provável má gestão actual;
2º potencial de crescimento quer da oferta de voos, quer da procura, nomeadamente para voos intercontinentais;
3º eventual má gestão dos espaços comerciais
4º flexibilidade para decidir e negociar acordos, por ex. com low-cost como a RyanAir
5º possibilidade de melhor aproveitamento das capacidades da infra-estrutura, nomeadamente para carga

Estas foram as que primeiro me ocorreram. Mas deve haver mais... a não ser que a pergunta tenha rasteira!!

cadeiradopoder disse...

Blog muito interessante. De certeza que esta será a primeira de muitas visitas.

JMPP disse...

Na Galiza, Santiago de Compostela vai ter o primeiro grande aeroporto privado espanhol.

Talvez com as referências encontradas neste artigo se consiga explicar melhor:

http://www.lavozdegalicia.es/galicia/2007/11/29/0003_6360631.htm

Seja como for, deve ser um negócio interessante, pois concorreram a ele 13 candidatos.

Ganhou o consórcio de 3 empresas: Corsán-Corviam, Copcisa e Teconsa (desconhecidas para mim, mas que apresentam prática no sector).

Já agora deixo a minha opinião - 100% favorável à gestão regional e independente. Se necessita de ser 100% privado... isso é que já não sei.

Salem disse...

porque tem uma area de influencia de perto de 6 milhoes de pessoas, porque é o maior aeroporto no noroeste peninsular, porque está em forte crescimento noemadamente ao nivel das lcc (mais um destino da ryanair: birmingham. E toda a gente vê isso em quase toda a Europa menos numa pequena parcela da peninsula..

osso disse...

de economia não entendo nada, mas pelo crescimento que o aeroporto tem verificado com a chegada das low-cost parece ser uma pequena mina. daí o possível interesse de empresas privadas, ainda para mais se a gestão for completamente autónoma da da ANA e TAP.

Meme disse...

Quantos passageiros circulam por ano no aeroporto ASC (quantos Tugas, Bifes, emigrantes e Galegos)?
Quantas pessoas visitam o CC GaiaShoping, por exemplo?
Qual o perfil das pessoas e respectivo poder de compra dos que visitam o Gaia Shoping e circulam no ASC?
Parece-me uma superficíe com muito potencial de exploração por quem tenha know-how no retalho... A Sonae é um dos players mundiais!
A arquitectura e espaços do ASC é practicamente única...
Naturalmente que o objectivo primário para ir a um aeroporto será apanhar um avião e viajar... e esse serviço terá de ser prestado com qualidade e eficiência, no entanto, se quem explorar o AeroPorto tiver a capacidade de disponibilizar serviços adicionais aos seus clientes/utentes, why not?

Pedro Menezes Simoes disse...

Muito obrigado.

As vossas contribuições foram boa inspiração, só não posso dizer para quê...mas é para bem do norte! : )

Leituras recomendadas