20071206

Promiscuidade "Política - Futebol": CMLisboa I


"A Câmara de Lisboa aprovou hoje (...) a cedência de um direito de superfície ao Sporting Clube de Portugal para construção de 29 mil metros quadrados. "Foi aprovada (...) uma cedência de um direito de superfície sobre duas parcelas de terreno, correspondentes à execução do acordo celebrado com o Sporting Clube de Portugal no tempo de Pedro Santana Lopes", (...) esse acordo "permite ao Sporting construir 29 mil metros quadrados por cima do terminal do Campo Grande".

Entretanto, a questão já está em tribunal...arbitral, com elementos definidos...pelas partes (estão a ver, não estão?): "À margem do loteamento aprovado, clube e autarquia assinaram na semana passada um acordo para que um tribunal arbitral resolva duas dúvidas essenciais: se a câmara isentou o Sporting de reserva de espaços verdes públicos e se o podia fazer, e se foram concedidos ao Sporting mais 29 mil metros quadrados para construir."

Depois desta, não me venham falar no Plano de Pormenor nas Antas (PPA). O PPA permitiu requalificar uma das principais áreas da cidade, com um impacto muito positivo na cidade, mais que no clube. Já o acordo com o Sporting consistiu em aumentar a capacidade construtiva do Sporting desde que este construísse... um estádio, um centro comercial, uma clínica hospitalar, um centro de lazer e um multidesportivo... privados. E o interesse público?

Disclaimer: Sou Sportinguista.

2 comentários:

Jose Silva disse...

Vamos ver se Rio reclama alguma coisa ...

Pedro Menezes Simoes disse...

Não é suposto.

O que era suposto era uma mega-campanha mediatica a acusar A e B de corrupção. Esse é o padrão de comportamento dos media quando este tipo de situações, até menos obscuras, sucedem no Norte.

Leituras recomendadas