20071219

A máfia do Porto, o novo bode expiatório nacional

Pelo leitor Meme:

O país para umas coisas é pequeno e nem sequer faz sentido regionalizá-lo, no entanto, no que a fenómenos mafiosos diz respeito não há nada como regionalizá-los e associá-los a um determinado segmento social e local da doente sociedade Portuguesa! Objectivo!? Enfocar a atenção do (zé povinho) que até é emocional e gosta de futebol e vai daí caçar e dar-lhes uma cabeça de prémio (qual Jorge Nuno João Baptista) para acalmar a urbe, isto não é novo... é cultural! Entretanto esqueçem-se todas as cumplicidades...

Por cima da bandeja rola a cabeça de Pinto da Costa por baixo da bandeja a título de exemplo: Casa Pia, Submarinos, Herdades, falencia financeira da Capital do País, Estado (CGD-Armando Vara) vota contra a OPA do grupo Sonae mas ao mesmo tempo privatiza a GALP dentro do gabinete do ministro da economia, etc... etc... tudo debaixo dos nossos olhos inebriados pelo êxtase da cabeça do dito.

Os crimes no Porto são gravíssimos, mas pelo que se começa a perceber, dezenas de jovens "abandonados" (não é desculpa, mas contribui para a raíz do problema) pela sociedade e organizados em gangs até ouvem hip-hop de fraca qualidade aculturados pela MTV, face ao vazio das suas vidas e face ao vazio de oportunidades que a sociedade lhes endereça, até começam a ganhar uns cobres à base do músculo e de serem beras, vão ver jogos do FCP (efeito da multidão e da claque) que by the way ainda é única entidade (identidade) que lhes dará alegrias e perspectivas do sucesso... o território é pequeno e depois eu tenho de ser mais bera do que tu... até podem despachar uns kilitos de droga com margens interessantíssimas têm dinheiro para adquirir armas... até que um dia descamba numa morte... de um dos amigos, então temos de vingá-lo e por aí fora...

Não vão os políticos à raiz do problema, demitam-se uma vez mais das suas responsabilidades (continuem a fechar negócios dentro de gabinetes) e daqui por 10 anos têm novamente o problema! A máfia como qualquer outro tipo de criminalidade previne-se! Alguêm sabe da taxa de desemprego no distrito do Porto e qual o seu impacto nas camadas jovens da sociedade, qual a taxa de abandono e insucesso escolar no Porto e já agora do País?

PS: Também, muito pertinente «Direito a Decidir» de António Alves

1 comentário:

Doenças Raras disse...

Por favor comente o blogue http://doencasrarasprojecto.blogspot.com é muito importante que dê o seu contributo comentando!

Obrigado!

Leituras recomendadas