20070811

A verdadeira aproximação à Galiza

Esta é a verdadeira aproximação à Galiza. Aliás. Por este prisma e dado que estamos no Verão, também há aproximação à França, ao Luxemburgo e à Alemanha. E também aproximação a Lisboa por parte dos mais urbanos e qualificados de Porto e Braga. Aliás, com tanta aproximação (leia-se emigração), daqui por anos chegamos lá. Estaremos todos lá.

Algo se passa conosco. Ou somos limitados na gestão do desenvolvimento ou somos manipulados pelo nosso adversário (centralismo lisboeta) ou ambos. Acredito que seja ambos.

De qualquer modo a liga ou a supertaça ou lá o que é, está já a começar e a depressão passa já.

3 comentários:

JOSE ALBERTO BRITO RIBEIRO disse...

Isto é um verdadeiro perigo para a soberania nacional e para o estado português!

Jose Silva disse...

o quê ? HAver emigrantes ?

Já agora, José Alberto, você não que passar a escrever no Norteamos ?

JOSE ALBERTO BRITO RIBEIRO disse...

Hmm, a cada um o seu papel, o norteamos ja faz parte da minha consulta, mail, news, e norteamos.

Acho que estão a fazer um excelente trabalho, e que precisam é de leitores e para isso podem contar comigo. Quanto a escrever acho que ja exitem escritores com variados interesses, desde economia, demografia, política etc ... e penso que não iria acrescentar muito mais.

Penso que também faz falta pessoas para comentar os posts e ai penso ser mais relevante o meu papel.

Quanto ao facto de a emigração ser um problema para o estado português? Sim! eu acho que sim, porque a principal razão da emigração deve-se a problemas estruturais de um país e não da opção individual de cada um. Depois é um problema de soberania porque se um português acha que o estado/sociedade nacional não consegue resolver os seus problemas, vai depositar a sua confiança e esperanças noutro estado e outra sociedade, que não foi aquela que o educou/formou e da qual fazemos parte todos nos.

Leituras recomendadas