20070810

Venda de jogadores iguala exportações de têxteis


Para aqueles que ainda têm 'pruridos' ou desvalorizam a importância económica da indústria do futebol:

"Caso se concretizem as transferências de Quaresma (35 milhões de euros), Lucho Gonzalez (20 milhões) e Manuel Fernandes (nove milhões), os três grandes receberão neste defeso mais de 180 milhões de euros, o equivalente ao montante exportado pelos têxteis portugueses, nos primeiros quatro meses do ano. Dos negócios já fechados, o F.C. do Porto é o campeão das vendas, tendo já recolhido 69 milhões de euros, seguido do Sporting, 29,3 milhões, e do Benfica, 23,3 milhões. A soma destas transferências atinge os 121,6 milhões de euros, valor que, mesmo assim, supera as exportações registadas, entre Janeiro e Abril de 2007, em sectores como o do peixe, do leite ou da fruta e iguala outros como o dos vidros e dos minérios. Olhando para os destinos das exportações nacionais, os 121,6 milhões representam o dobro das vendas realizadas ao Brasil ou à China e praticamente o triplo das feitas à Rússia, no mesmo período."

in Semanário Económico

Com estes números em jogo, talvez se compreenda melhor algumas movimentações e o desespero que alguns, quiçá ressabiados por terem perdido o monopólio e o mercado protegido que usufruiram durante décadas, têm e que os motiva a usar todo o tipo de estratégias para tentarem reaver a liderança.

P.S. Infeliz foi a foto escolhida para ornamentar o trabalho do jornalista :->

5 comentários:

Jose Silva disse...

ANtónio,

O VAB das vendas de vestuário fica cá. O dos jogados talvez na Madeira. No offshore.... Portanto não sei se é bem a mesma coisa...

De qualquer modo este e o tema marca FCP ou marca Porto devem ser defendidos a Norte como qualquer outro negócio importante. O futebol é um negócio como os outros e não deve ter tratamento diferenciado, nem a mais nem a menos face aos restantes negocios.

António Alves disse...

O FC Porto é uma sociedade cotada e controlada pela CMVM. Toda a gente sabe onde anda o dinheiro.

António Alves disse...

... e como é do conhecimento público, tem sido escrutinado até ao mais ínfimo pormenor nos últimos anos

Jose Silva disse...

referia-me às mais valias com a venda de jogadores. O FCP compra por um tal preço que leva a prejuizos aos seus acionistas... já perdi $ com acções do FCP... e também com outras empresas. De qualquer modo não confundir vendas com PIB.

Rotor disse...

O seu comentário refere-se a quem em concreto, quando fala em ressabiados ? e a quê , quando fala em movimentações ?

Esclareça melhor a que se está a referir, que eu, se fôr caso disso, comento.

Leituras recomendadas