20070523

Margem Sul: J'Amais!

Mário Lino criticou hoje violentamente as opções de construção do novo aeroporto numa localização na Margem Sul em detrimento da Ota, afirmando mesmo que:

"Um aeroporto na margem sul "jamais"."
Ainda o haveremos de ouvir a afirmar que disse "j'amais" (tradução "forçada" - "adoro"), e que sempre defendeu a margem Sul.

"Na margem sul não há pessoas, nem actividades, nem hotéis, nem escolas".
O que terão os 800.000 habitantes da margem sul a dizer sobre isto? E os empresários (p.e. Autoeuropa, Refrige/Coca Cola, etc.), os hotéis em Tróia. E suponho que os 800.000 habitantes tenham filhos que estudem por lá.

"Não faz sentido construir um aeroporto num deserto".
Claro. O que faz sentido é construí-lo numa montanha entre 2 serras e em cima de 3 rios.

Um aeroporto na margem Sul seria "transformar em Brasília o Norte do Alentejo".
Mas quem é que falou em mudar a Capital para outro sítio? Mas, pensando bem...Brasília? Será que os Alentejanos se importariam? Só se não viesse com os políticos corruptos. Isso já temos cá. Nahhh, o melhor mesmo é permitir que o Alentejo seja cada vez mais deserto...

"A única localização possível é a 100 quilómetros de Lisboa".
Na margem sul, a 100 km de Lisboa? Está tudo explicado. O Mário Lino não sabe é onde fica a margem Sul. Deve estar a pensar na Margem Sul do Atlântico (Marrocos), onde fica o deserto.
Será que ele sabe onde fica a OTA?

"O processo de construção do aeroporto irá seguir como prometido".
Bolas. Tantas promessas não cumpridas, e resolveram cumprir logo esta...
Proponho uma troca: fazem um aeroporto mais baratito e voltam a baixar os impostos. Vale? E depois pode dizer: "Margem Sul? J'Amais!"

3 comentários:

Pedro Menezes Simoes disse...

Peço desculpa aos leitores, mas parece haver problemas com o "blogger", que não está a executar os parágrafos.

Esperemos que em breve a solução fique resolvida...

Z disse...

Mas será possivel que esta BESTA, o carroceiro ML estivesse grosso?
Com os copos?
A Lusitânia, passou hoje a ter uma espécie nova de ministro:
O ministro «jamais» (ler jamé).
Um terrorista da ARA/PCP de 74/75, infiltrado num antigo partido socialista, o partido de Sócrates.
Um caso para a psiquiatria.
Uma náusia.

Anónimo disse...

Boa Pedro,

Este episódio vai ser pior para os OTISTAS, vai arranjar mais adeversários...
Mas denota o que está na mente do Lino: Aproveitar o novo aeroporto para gerar projectos imobiliários: A margem sul tendo terrenos livres, menos densa, não rentabiliza os projectos que tem em mente...

Cump
JSilva

Leituras recomendadas