20081019

Nota de imprensa: 2ª Reunião da Associação de Cidadãos pelo Porto

Realizou-se no passado dia 17 de Outubro, pelas 21h30, no Clube Literário do Porto, a segunda reunião da Associação de Cidadãos do Porto. A reunião, moderada por Alexandre Ferreira, assumiu a forma de uma tertúlia, com um elevado grau de informalidade. Neste segundo encontro, o movimento que pretende constituir-se como a Associação de Cidadãos do Porto, viu alargado o grupo de aderentes, relativamente à primeira reunião realizada em Setembro. O serão contou com uma agenda que incidiu fundamentalmente sobre dois pontos: uma análise da Região Norte tendo em conta o contexto nacional e um debate sobre soluções e instrumentos de futuro para a Região.

Na primeira parte foi traçado um diagnóstico, que teve como aperitivo uma apresentação de factos e números ilustrativos do potencial da Região e das desigualdades no tratamento relativamente a outras áreas do País, quando se fala de investimento público. Na análise colectiva que seguiu esta apresentação, foram abordadas questões como o empreendedorismo e investimento, factores de competitividade no contexto nacional e internacional, a captação e retenção de massa crítica ou características do tecido empresarial, tendo sido denotado, de uma forma geral, um descrédito na capacidade política do poder local e central para dar resposta às questões que mais preocupam as populações do Norte do País.

Na segunda parte foram abordados temas considerados fundamentais para o futuro da Região. Tendo-se verificado unanimidade relativamente à necessidade de a sociedade civil ter uma voz activa e do movimento que está a ser formado poder vir a desempenhar um papel fundamental na defesa dos seus interesses. Tendo sido identificados diversos temas relevantes para a Região, a discussão centrou-se num dos temas mais actuais: o modelo de gestão do Aeroporto Sá Carneiro.

Tal como já se verificou uma convergência de opiniões de diferentes actores institucionais como a Associação Comercial do Porto, AEP, Associação Industrial do Minho ou Associação Industrial do Distrito de Aveiro, bem como de empresas privadas, também na plateia houve unanimidade relativamente à importância e urgência deste tema para a Região. A consciencialização para a importância do ASC na economia e da convicção de que não se pode permitir que discussões fulcrais para o desenvolvimento regional possam ser tomadas à revelia da sociedade civil, levou à decisão de haver uma associação clara ao movimento que defende a gestão autónoma do ASC, procurando-se criar uma voz até agora inexistente: a dos cidadãos. Esta tomada de posição será acompanhada de um conjunto de acções com o duplo objectivo de consciencializar a população para o problema e de criar um elemento de pressão na defesa dos seus interesses.

------

Tendo em vista uma preparação conjunta da terceira reunião e da sua agenda, foi criada uma mailing list, podendo os interessados inscrever-se enviando uma mensagem para o endereço porto.agora@gmail.com. Alguns blogers presentes, como Tiago Azevedo Fernandes (“A Baixa do Porto”), Pedro Menezes Simões (“Norteamos”), ou Rui Farinas (“Renovar o Porto”) propuseram também os seus espaços online para catalisadores de ideias e opiniões relativas a este movimento em geral e à tomada de posição relativa ao Aeroporto em particular. Todos os interessados terão assim à sua disposição um espaço onde poderão encontrar as mais recentes informações relativas a estes temas e contribuir online para esta discussão.

6 comentários:

Ulisses Neves disse...

Vai decorrer, nos dias 14 e 15 de Novembro, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, o IV Encontro de Blogues.
mais em: http://vialatina.wordpress.com

Ventanias disse...

Bravo, Pedro, excelente resumo para quem, como eu, não pôde estar presente.

Ainda bem que os cidadãos se começam a movimentar para defender os seus interesses; confiar exclusivamente nos políticos dos partidos institucionalizados não é, como se tem demonstrado, suficiente.

Acredito seriamente que esta questão do ASC é decisiva para o Norte e para o Porto, mas também estou convicto que é fundamental para se criar um tipo diferente, mais próximo dos cidadãos e do país, de governação e de governo.

é possível um Portugal melhor. Basta querer!

Pedro Menezes Simoes disse...

O resumo não é meu : )

Precisamos agora que as gentes das restantes cidades do Norte se unam a esta (e outras causas).

Jose Silva disse...

O texto está demasiado gutérrico. Falar e dizer pouco ou subentender mais impostos. Uma tradição do PS...também por cá... Engraçado que no Norteamos e na BAixa, se costuma arrojar e apresentar soluções... Mau sinal inicial...

Pedro Menezes Simoes disse...

Está a ser precipitado. Decidir organizar a sociedade civil para defender a gestão autónoma do aeroporto parece-me um grande passo.

Jose Silva disse...

OK, Pedro, tenho que de facto tomar antiácidos.

Leituras recomendadas