20081022

Sobre o debate regional

As pessoas são muito emotivas quanto aos temas regionais. Compreendo porquê. Resulta da paixão que sentem pelas suas origens ou pelo local onde vivem. Isso é absolutamente normal.

Tem é a desvantagem de resultar normalmente em discussões acaloradas, tanto mais acaloradas quanto maior é a dificuldade em nos colocarmos "nos sapatos" do outro e tentarmos compreender o seu ponto de vista. Não significa isto que tenhamos de concordar com o ponto de vista do outro. Podemos continuar a discordar. Mas se não tentarmos compreender porque é que o outro pensa como pensa, nunca seremos capazes de produzir argumentos capazes de derrubar os preconceitos (vem de "pré-conceitos"). E, quem sabe, poderemos mesmo vir a descobrir que afinal os únicos preconceitos eram os nossos. De alguma forma, e perdoem-me a frase feita, "é no meio que está a virtude".

Às vezes não é uma questão de concordar com o ponto de vista do outro. Normalmente é muito menos. É estarmos sensíveis para aquilo que o incomoda, e é também sermos tolerantes para com as suas falhas.

Quando assim não é... quando deixamos que as emoções (e os nossos pré-conceitos) falem por nós, quando falta sensibilidade, bom senso, tolerância e moderação... não chegamos a lado nenhum. Apenas contribuimos para solidificar os muros que queremos tanto derrubar.

Gostaria apenas de clarificar que não pretendo "atingir" ninguém em particular com isto, mas apenas contribuir para a reflexão de todos. E faço notar que essa reflexão se tanto se aplica a intra-norte como a intra-Portugal.

Aproveito ainda para enviar um abraço sincero ao Pedro Morgado, que abandona o Norteamos, mas não o Norte. Sei que estaremos em breve juntos para as lutas verdadeiramente importantes. Até porque, cada vez mais, a blogosfera está a sair da Net.

2 comentários:

Jose Silva disse...

Pedro,

Penso que não é bem assim: «a blogosfera está a sair da Net».

Se calhar a intervenção pública está é a sair da Blogosfera e a manter-se na Internet.

Pedro Menezes Simoes disse...

Pois, era isso que eu queria dizer : )

Leituras recomendadas