20080410

O que é a Mega-Lisboa ?

J. Paulino Pereira (IST) - Março 2008 - Sociedade de Geografia

Ideias base da minha intervenção: Mais travessias sobre o rio Tejo a ligar as 2 margens do rio na zona da Mega-Lisboa.

  • A cidade de Lisboa não é só o Município de Lisboa (e ainda menos só o Terreiro do Paço). Daqui resulta a noção de Mega-Lisboa (Mega-Lisboa é a Área Metropolitana de Lisboa + concelhos em vias de terciarização)
  • Há movimentos pendulares dos concelhos limítrofes para o concelho de Lisboa. Há movimentos pendulares do concelho de Lisboa para os concelhos limítrofes. Já há muitos movimentos pendulares entre concelhos limítrofes.
  • Mega-Lisboa deveria ter gestão autónoma, ou seja dever-se-ia acabar com os presidentes das Câmaras dos concelhos da Mega-Lisboa e eleger um Presidente da Mega Lisboa (os actuais Presidentes das Câmaras seriam os Presidentes das Freguesias da Mega Lisboa).
  • É necessário fazer novas travessias do rio Tejo na região de Lisboa, para juntar as duas partes de Lisboa (margem Norte e margem Sul)
  • É necessário que Mega Lisboa tenha uma massa crítica demográfica de 5 milhões de habitantes em meados do século 21 para ser concorrencial em termos europeus.

 

 

9 comentários:

Salem disse...

estive a ler um pouco da versão na integra..Isto parece gozo. Não tem cabimento nenhum o que está ai escrito.

Já sem ligar aos pormenores técnicos, qual seria o objectivo de uma mega-lisboa?
Ninguem ia ficar a ganhar...Os 5 milhões de habitantes teriam de vir de algum lado, bem como o dinheiro para aqueles investimentos todos..E a mega-Lisboa com tanta população iria perder toda a qualidade de vida que ainda lhe resta...

António Alves disse...

mas acreditem que é esse o objectivo das 'elites' lisboetas. o seu umbiguismo provinciano sonha com Paris, Londres e Madrid. e acreditem, se os deixarem, sacrificarão o país em prol dos seus objectivos. entretanto, por Braga, Aveiro, Coimbra, e até Porto, muitos continuam, que nem parvos, a não perceber nada.

Jose Silva disse...

Pois é António.

Este processo de drenagem, que só prejudica o valor do património imobiliário do resto de Portugal apenas serve para beneficiar os proprietários da zona de Lisboa. É apenas uma forma de transferir riqueza. MElhor dizendo, é uma forma de roubar.

Pedro Menezes Simoes disse...

Esse sr. deve ter problemas sérios com o sistema democrático. A não ser que a ideia dele seja fazer 2 milhões de filhos...

Se é assim tão importante os 5 milhões de pessoas, façam isso no eixo Viana-Aveiro, que está bem mais próximo do que o de Leiria-Setúbal.

Além disso, para que quer ele o TGV a parar em Évora e até ao Porto, se estes vão deixar de ter população para cumprir o designio nacional dos 5 milhões.

Deixei lá um comentário...vamos a ver se é aprovado...

Acho que é outra vez a conversa dos 6 milhões de benfiquistas...

P.S. A Irlanda, o país europeu com maior rendimento, tem 5 milhões de habitantes...no país inteiro. Não existe nenhuma mega-dublin...

sguna disse...

O pior é que não falta gente que dá ouvidos a quem manda estes bitaites para o ar. Este senhor deve ter o patrocínio da Mota-Engil e amigos!


Actualmente também deixam qualquer um ir para o IST!

Suevo disse...

“MElhor dizendo, é uma forma de roubar.”

Mas se o José Silva acredita nisso, então porque razão não se assume separatista? Não tenha medo de responder à pergunta que o seu patrão não o demite.

“A não ser que a ideia dele seja fazer 2 milhões de filhos...”

Ele não precisa de fazer filhos, se ele quiser coloca lá não dois, mas cinco milhões ou mais de afro-brasileiros, ou até de chineses, é só escolher entre pretos e chineses. E depois só há que construir mais pontes para dar emprego a esses pretos.

Pedro Menezes Simoes disse...

"Ele não precisa de fazer filhos, se ele quiser coloca lá não dois, mas cinco milhões ou mais de afro-brasileiros, ou até de chineses, é só escolher entre pretos e chineses. E depois só há que construir mais pontes para dar emprego a esses pretos."

Por mim tudo bem, mas não com o meu dinheiro. De resto, é uma boa forma de criar 5 milhões de desempregados.

Jose Silva disse...

Caro Suevo,

Lamento que não use de forma mais proveitosa a inteligência que manifestamente tem. A minha postura é a defesa do Norte. Considero preferível, mais credível, com maior probabilidade de difusão e acitação da minha mensagem, se criticar a governação de Portugal por Lisboa sem questionar a manutenção de um Estado unitário. É apenas uma questão de pragamtismo. Você devia já ter percebido isso. O que me destingue de si é que eu não tenho problemas freudianos por resolver e portanto não quero criar territórios imaginários e «puros» como você pressegue.

Se quiser manter o debate comigo, conhecendo estes limites, seja então benvindo. Você poderá dar algumas pistas pertinentes.

PS: Trabalho «por conta própria».

Suevo disse...

O José Silva até pode ser "boa pessoa", mastem um trauma que o leva a partir para o insulto com demasiada facilidade.

Como não sou psicologo de trazer por casa, não me cabe a mim identificar o (s)seu(s) trauma(s).

Não há paciencia para o Jose Silva.

Leituras recomendadas