20090219

TGV, NAL, TTT e ...

Não quero ter de viver mais 82 anos - Bússola

Mas a reabilitação da frente ribeirinha de Lisboa tem já garantido um financiamento gordo de 400 milhões de euros. Só o Turismo de Portugal entra com 70 milhões.

A lavagem da cara da marginal da capital, que contempla enterrar o comboio da linha de Cascais no troço entre o Museu da Electricidade e o Centro Cultural de Belém, vai ser a grande obra comemorativa do centenário da República.

5 comentários:

Suevo disse...

Silva, como bom patriota como és, só tens é que pagar para que a tua capital tenha uma frente ribeirinha digna da capital do teu país.

:D

Salem disse...

Será que daqui a 30 anos com as temperaturas elevadissimas o turismo vai valer a pena em Lisboa?

Dario Silva disse...

Enterrar o comboio na marginal de Lisboa?
E porque não enterrar tudo, sei lá, até ao fundo??

Jose Silva disse...

E você Suevo ? Já fez alguma coisa pela sua região ? Ou ainda vive intimidado e complexado com as características físicas de outras raças ?

Suevo disse...

O Silva continua com o mesmo tipo de discurso, tem a escola do Socrates, só o curso é que muda.

Os que perdem tempo a ler o que o bloco de esquerda de vila real diz devem estar bastante traumatizados.

Eu não estou intimidado, não sou o Domingos, não foi a mim que os mestiços assaltaram a casa.

Para quem se diz economista, deveria saber que não querer a presença de alguem na sua propriedade não é a mesma coisa que ter medo ou sentir-se intimidado por esse alguem.

Mas isto já é areia a mais para a camioneta do Silva.

Portanto, não querer os seus amigos e compatriotadas mestiços favelados na Calecia, não quer dizer que eu tenha medo deles.

E aqueles que lutam contra a presença deles no nosso territorio sagrado fazem mais pela Calecia num dia que o Silva em toda a vida :D

O Silva de vez em quando escreve uma ou outra coisa interessante, mas nos comentarios continua o mesmo provocador barato.

Leituras recomendadas