20090224

Prioridades para Braga antes de debater o Portocentrismo

3 comentários:

Salem disse...

Eu acho que essa conversa não faz muito sentido. O facto de haver algum provincianismo e corrupção em Braga não é um entrave à sua participação em debates nem à denuncia do portocentrismo?

Ou o porto é uma cidade completamente limpa que já pode reclamar à vontade contra o centralismo de Lisboa?

Pedro Morgado disse...

Caro José Silva,

O que é que uma coisa tem a ver com a outra?

Não percebi o post, mas devo ser eu que sou um bocadinho limitado.

Abraço,
PM

Jose Silva disse...

Caros,

O Portocentrismo, na minha opinião não existe. Existe sim uma maior dimensão e agressividade dos agentes privados da AMPorto que obviamente tentam desviar iniciativas e mercado do restante Norte. Do poder público portuense ou de quem reflecte questões regionais por cá, não detecto Portocentrismo.

Braga, antes de se preocupar com o Portocentrismo deveria olhar para o espelho e conhecer-se melhor. Como é que só em 2009 se vai livrar de Mesquita Machado ? Como é que conseguiu viver tantos anos com este tipo de «máfia» ou com este tipo de isolamento mental que o episódio de hoje prova.

Leituras recomendadas