20090326

Metro do Porto: Still crazy after all these years

Metro do Porto em falência técnica - A Empresa do Metro fechou o ano passado em falência técnica. No Relatório e Contas de 2008, aprovado esta quarta-feira, reitera-se a manifesta insuficiência de apoio do Estado ao projecto, que só avança com empréstimos bancários.

Metro do Porto: Comissão de Acompanhamento prefere Linha do Campo Alegre totalmente enterrada - Porto, 25 Mar (Lusa) - A Comissão de Acompanhamento da Linha de Metro da Zona Ocidental do Porto vai sugerir o enterramento total da linha no interior do Concelho do Porto, disse hoje o presidente da Associação Comercial do Porto, Rui Moreira. Aquele responsável falava em conferência de imprensa convocada para dar conhecimento público dos trabalhos da Comissão, que também integra Lino Ferreira, vereador do Urbanismo da Câmara do Porto e o arquitecto José Carapeto, quadro técnico da autarquia.


É incompreensível como esta malta vive num mundo de ilusões.
- Ainda não deram conta que não há crédito para estes projectos ?
- Ainda não compreenderam que mesmo que houvesse, Lisboa iria sempre fechar a torneira o máximo possível ?
- Ainda não compreenderam que quem paga o Metro são os contribuintes e que as soluções encontradas não podem ser enterrar metros apenas por questões urbanísticas/paisagísticas, porque essa solução é mais cara ?



2 comentários:

CCz disse...

José,
.
mais valia pregar aos peixes.
.
Era mais certo eles ouvirem-nos do que estes.
.
É o frenesim da orgia do deboche endividacional, ficam cegos... tal como as piranhas em torno de um desgraçado caído ao rio.

rui osório sousa mendes Mendes disse...

Pois, é mais caro enterrar o metro e não pode ser.Só pode ser se for em Lisboa, como o edificio do terminal de passageiros em Leixões, não pode ser, um edificio de assinatura, tipo casa da música(para vcs, outro erro), pois dinheiro publico não se pode gastar assim(para vcs, no Porto),só se pode gastar e aí justifica-se tudo e todo o dinheiro publico em expo´s, 3 travessia do Tejo, 2ºaeroporto de Lisboa,edificios de assinatura, tipo estação do oriente(aí já pode e deve),cidade da justiça c todos os luxos,Novo Hospital central, cidade desportiva da federação e avenidas novas e requalificação de outras(aí já não dizem que estamos em crise), a sede da caixa geral de depósitos(edificio de assinatura,como vcs dizem), centro cultural de Belém e muito mais havia, aí sim é bem gasto e necessário, pois a capital é a capital e o resto não conta. Enfim,é só olhar para Espanha e ver a diferença. O Norte precisava de um partido do Norte, assim como outras regiões precisavam do seu próprio partido, para não se deixarem mais ser roubados em beneficio de uma só região.

Leituras recomendadas