20080721

Porque é que devemos ser contra o patrocínio de "campeões nacionais" pelo Estado?

Porque os "campeões nacionais" são sempre conseguidos à custa da eliminação na secretaria de todos os outros concorrentes. E porque os campeões nacionais são sempre empresas ineficientes. Se fossem competitivas não precisavam de protecção.

Depois, porque significam sempre desvio de recursos das empresas do sector transaccionável para as empresas do sector não-transaccionável. Ou seja, transferimos a ineficiência dos "campeões" para as empresas sujeitas à concorrência. Estas, acabam por encerrar as portas, ou por transferir-se para outros países onde não tenham de suportar a ineficiência de terceiros. Ou seja: menos riqueza e mais desemprego.

A única coisa que o modelo dos "campeões nacionais" produz é um país derrotado.

2 comentários:

CCz disse...

No meu blogue defendo exactamente o oposto, em vez de campeões nacionais que enchem as páginas dos jornais económicos e os aviões das viagens oficiais ao estrangeiro, defendo os campeões escondidos.

Pedro Menezes Simoes disse...

Pois. É que para haver campeões é preciso haver campeonatos. E para haver campeonatos é preciso haver vários concorrentes.

Leituras recomendadas