20080923

Suleamos

Nortear consiste em defender o desenvolvimento do Norte de Portugal em várias vertentes, sobretudo contra a estratégia Drenadora e Colonizadora de Lisboa. Pelos vistos precisamos também de considerar o termo «Sulear». Defender os interesses económicos de profisionais e empresas do Norte de Portugal junto dos vizinhos Galegos:

 

6 comentários:

Pedro Menezes Simoes disse...

A Euro-Região começa bem... talvez isto abra os olhos a alguns "saudosistas"...

CCz disse...

O que se passa no sector do leite é paradigmático do que é a actuação política europeia.
.
A UE alterou a legislação no sentido de uma progressiva liberalização do sector, com o fim das quotas leiteiras (pessoalmente não quero discutir da bondade ou não dessas alterações). Quem se sente a uma mesa a estudar as implicações para os produtores, para definir estratégias a seguir, para prosperar no novo mundo que aí vem, logo percebe que tem de haver consolidações e que muitas pequenas produções vão ser trucidadas.

Alguém ouve algum técnico ou político expor claramente o que aí vem e o que há a fazer para aproveitar, ou sair enquanto é tempo?

António Alves disse...

"A Euro-Região começa bem... talvez isto abra os olhos a alguns "saudosistas"...
"

Caro Pedro,

julgo que a sua conclusão é precipitada. quando a fome aperta a pancadaria acontece até no seio das famílias mais unidas. os pescadores de Matosinhos têm o hábito de fazer o mesmo ao peixe que vem da Galiza. coisas da velha natureza humana que não devem ser usadas para tirar ilações políticas despropositadas.

Jose Silva disse...

António,

Há uma comclusão importante, aliás validada teoricamente se aplicarmos a piramide de necessidade de Maslow ao campo da sociologia: É que as necessidades imateriais/identitárias so são importantes se as questões materiais estiverem bem resolvidas...

António Alves disse...

a piramide de maslow, que é um excelente instrumento para uma análise mais superficial e imediata, é demasiado simples e não deve ser aplicada tão linearmente. hoje existem outras teorias bastante mais 'realistas'.

a propósito da teoria de Maslow, e em sentido inverso da interpretação usualmente feita, Stephen P. Robbins diz o seguinte:

"Há pouco apoio para o prognóstico de que a satisfação substancial de necessidades específicas conduza à activação do próximo nível de necessidade."

Jose Silva disse...

Apesar de nunca ter estudado o assunto admito que a piramide de Maslow é uma generalização/mecanização que obviamente não reproduz os comportamentos individuais, mas sim a média colectiva. Carl Rogers, posterior a Maslow já apresenta então uma evolução.

De quer modo a minha questão é a «nossa» velha luta entre prioridades materiais e imateriais. Francamente, enquanto o Norte for estatisticamente o mais pobre ou dos mais pobres a nível nacional ou europeu, o senso comum leva-me a dizer que as materiais são prioritárias. Podemos porem adoptar uma postura mais down shifter, compararmo-nos com a evolução da humanidade ou com paises mais pobres e optarmos pela outra alternativa.

Leituras recomendadas